Desventuras de um aprendiz de motorista : Capítulo zero

Hoje fui dar umas voltas com meu pai, no carro dele, para relembrar um pouco como é (tentar) dirigir, já que estava há mais de dez dias sem sentar no banco do motorista. A última vez foi na prova prática para conseguir a carteira.

Até que fui bem. Troca de marchas, controle do veículo, sinalização, aceleração, frenagem. Tudo isso foi tranquilo. O que não foi tão tranquilo foi a maldita rampa. Ainda não consegui acertar o tempo certo dos pedais no carro dele. Foi a primeira vez que dirigi o carro dele. Apesar de ter ele aqui do meu lado há anos, nunca havia tentado dirigí-lo, uma vez que ainda não tinha habilitação.

O estranho é que eu tinha aprendido a fazer rampa e baliza certinho na auto-escola com dois carros diferentes, já que tive bastante treino com eles. Como sou iniciante, para mim, ainda é muito estranho mudar de carro, já que tudo parece diferente a cada carro diferente que tento dirigir. Os pedais principalmente. Mais especificamente o tempo de mudança entre eles.

Normal, tive esse problema quando tive que mudar de veículo na auto-escola e demorei algumas aulas para me acostumar com outro carro. Hoje quase consegui me acostumar com os pedais do carro do meu pai, mas demorou demais e nosso tempo acabou. Fica para a próxima.

Sei que todo motorista experiente pensa que, para quem sabe dirigir, todo carro é igual e se você sabe dirigir um, sabe dirigir todos. Eu também acredito nisso, mas obviamente isso só vale para motoristas experientes ou para todos menos para mim. Até que eu tenho uma certa experiência, ainda acho que volto a estaca zero no aprendizado quando troco de veículo.

E amanhã vou para o quarto veículo diferente, provavelmente vou sofrer a mesma coisa que sofri hoje para começar a me acostumar com ele. Amanhã será, novamente, a primeira vez que vou dirigir um novo veículo. Mas com esse eu acredito que irei adquirir mais simpatia, já que esse será o meu próprio carro. O primeiro, simples, sem frescuras, mas será meu, e isso é o que importa.

Não terei mais aquele medo de fazer besteira com o que não é meu e terei certeza que, se fizer algo errado, ao menos não prejudicarei uma outra pessoa, mas somente a mim mesmo. Isso conta psicologicamente bastante a favor, para me deixar mais tranquilo para dirigir.

Outra coisa que atrapalha, e muito, muito mesmo, são os demais motoristas. Eles percebem que você é iniciante facilmente, já que não dirige com tanta facilidade como o demais motoristas experientes. E, uma vez que eles percebem isso, parece que fazem de tudo para te deixar ainda mais nervoso, buzinando, lhe xingando, tentando te deixar nervoso ainda mais do que você já está, por ser um iniciante.

Tenho absoluta certeza que teria conseguido, ao final de tudo hoje, ter dirigido corretamente em todos os aspectos, mas não fui tão bem exatamente pelo fato dos demais motoristas tentarem me acelerar, buzinando, xingando e me deixando ainda mais nervoso.

Fico apreensivo quando o farol abre e pensando que, se não sair corretamente, se deixar o carro morrer ou fizer ou uma outra barbeiragem qualquer, vou levar buzinadas e xingamentos, o que realmente acontece caso não consiga fazer tudo perfeitamente, como os outros motoristas acham que tenho a obrigação de fazer.

Nas aulas, com o carro da auto-escola, era mais fácil, já que eles respeitavam mais as barbeiragens por saberem que no carro a frente existia um aluno ainda não habilitado. Agora, com um carro comum, não perdem a menor chance de apontarem para todo o mundo ver as pequenas barbeiragens que eu, ainda inexperiente, cometo.

Tudo bem. Entendo que seja assim mesmo, mas odeio fazer o papel de iniciante e não poder evoluir tão rápido quanto gostaria. Espero que consiga me acostumar com isso logo e possa passar do nível de iniciante para o nível experiente o mais rápido possível. Prometo que, quando estiver nesse nível, não vou maltratar tanto assim os pobres futuros iniciantes.

Amanhã tem mais.

Anúncios

3 comentários sobre “Desventuras de um aprendiz de motorista : Capítulo zero

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s